“Do Fruto, o Escracho Monumental Caramelizado”

Com muitas inovações técnológicas e estéticas, novo álbum trará 17 canções, muitas texturas e um ar retrô

Grupo araraquarense Os Rélpis, munidos de vídeo cassete, instrumentos artesanais e muita tecnologia lança seu segundo álbum, “Do Fruto, o Escracho Monumental Caramelizado”, que tem data de lançamento para abril.
Serão 16 músicas inéditas, permeadas de influências psicodélicas sessentistas, ressaltando sempre a brasilidade e as quebras rítmicas que são marcas registradas do grupo. Terá também uma releitura de Algo aí pro tempo, música já lançada no EP “Cá do Meio de Lá” de 2009.
Seu registro teve início na reforma do estúdio e listagem de equipamentos que seriam utilizados, incluindo guitarras, amplificadores e bateria com 40 anos de idade, pedais construídos por eles mesmos e um vídeo cassete. “A idéia do video cassete surgiu da necessidade de registrar uma música para uma coletânea, e não teríamos tempo $ para ir atrás de um estúdio, fomos até a sala, pegamos o video do meu pai e fizemos um registro ao vivo. Quando vimos o resultado, pensamos: pois não?”, comenta o vocalista e compositor Garboso Pavão. A idéia consiste basicamente em uma captação convencional, enviando o sinal para a mesa de som, que registra as trilhas nos 2 canais do vídeo cassete. Na sequência essas trilhas são digitalizadas e trabalhadas a mixagem e masterização em um computador. “A compressão e timbre conseguidos com o video cassete trouxeram um ar retrô que não conseguimos reproduzir digitalmente” completa Ell Ninho Barone, guitarrista da banda.
O repertório tráz algumas canções com 3 anos de idade, de antes de surgir o grupo, e outras surgiram de brincadeiras nos ensaios. Quando perguntado sobre os ritmos que compõe a obra, o baixista Caiubi Mani deixa a letra, “poderás flutuar em muitas linguagens musicais, passando pelo rock, maracatu, xaxado, blues, valsa, folk, frevo, power pop e marchas, além é claro, de “.
Consta também nas gravações, participações de amigos, Gelsner Skan e Rio Bottari com algumas composições, Luma Aiub ajudando nos vocais, Thiago Hard no sax e Bortô no trompete, este último, que veio a compôr a banda a partir de então.
A arte do álbum foi uma concepção conjunta de Kito de Lacosta e Conra Quêque, guitarrista e baterista da banda. “Todo resultado visual que envolve a obra do álbum busca ressaltar o comportamento que acompanha a banda desde sempre, o ser “Rélpis”, exibindo a plenos corpos, e muito bem caracterizados, para que a todos pulmões exclame-se o agradável resultado de uma boa convivência entre amigos no intuito de produzir arte. E como tal, cheia de identidade e formozura”, concordam ambos.
O lançamento será em abril, quando sairá, além do álbum físico, uma versão virtual que será lançado no Compacto.Rec de abril, e terá download gratuito.



Baixe o álbum:
Os Rélpis - Do fruto, o escracho monumental caramelizado (2011)


Baixe o Álbum - Do Fruto, o Escracho Monumental Caramelizado

Nenhum comentário:

Postar um comentário